CMYK, RGB, PANTONE? Sobre o que vocês estão falando?!

Se você já utilizou um serviço gráfico, com certeza você deve ter esbarrado em algum desses nomes bem “estranhos”. E não são poucos, temos vários termos técnicos quando o assunto é produção gráfica. Aos poucos vamos tratar de desvendar esses termos e deixar você por dentro desse linguajar tão específico.

Hoje vamos falar sobre os nomes mais usados e que com certeza você já ouviu falar, mas não sabe bem o que significa. Vamos falar hoje sobre os sistemas: CMYK, RGB e Pantone.

Sistemas de Cores

 

Entenda os Sistemas de Cores – CMYK, RBG e Pantone

CMYK

CMYK é a abreviatura do sistema de cores subtrativas formado por Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (Black, que nesse sistema é chamado de Key Color (onde o Preto é chamado de cor chave) e teve essa nomenclatura para não ser confundido com o B de “Blue” no padrão RGB).

C – Cyan – Azul Ciano

M – Magenta – Magenta

Y – Yellow – Amarelo

K – Black ou Key Color – Preto

O CMYK funciona devido à absorção de luz, pelo fato de que as colorações que são vistas vem da parte da luz que não é absorvida.

Basicamente, a cor que você está vendo nada mais é que o reflexo da luz sobre a quantidade de cores misturadas para gerar o tom de cor que está impresso sobre o material (papel, lona, adesivo, plástico, etc).

Este sistema é empregado por impressoras gráficas de grande porte, ou aquela impressora colorida que você tem em casa, fotocopiadoras a laser ou jato de tinta para reproduzir a maioria das cores do espectro visível, conhecido também como quadricromia (método muito utilizado pela serigrafia ou mais popularmente conhecido como silk-screen).

É chamado de sistema subtrativo de cores (que você “tira” quantidade de cores), em contraposição ao sistema aditivo, o RGB (onde você “acrescenta” quantidade de cor para chegar no resultado).

RGB

RGB é a abreviatura do sistema de cores aditivas formado por R (Red ou Vermelho), G (Green ou Verde) B (Blue ou Azul), onde os tons claros são conseguidos através de adição de luz e os escuros pela ausência da mesma.

O modelo de cores RGB é baseado na teoria de visão colorida tricromática (três cores), de Young-Helmholtz, e no triângulo de cores de Maxwell.

O sistema RGB funciona por emissão de luzes (via led, tubo catódico dos monitores ou televisores mais antigos). O uso do modelo RGB como padrão para apresentação de cores na Internet, tem suas raízes nos padrões de cores de televisões RCA de 1953 e no uso do padrão RGB nas câmeras Land/Polaroid, pós Edwin Land.

O modelo de cores RGB, por si só, não define o que significa “VERMELHO”, “VERDE” ou “AZUL” (espectroscopicamente falando), e então os resultados de misturá-los não são tão exatos (e sim relativos, na média da percepção do olho humano).

Esse é um dos motivos dos principais erros em tons do que é visto na tela do seu celular ou computador, para o que é impresso em sua impressora ou material que você enviou para a gráfica e que não ficou “igual o que você estava vendo na sua tela”.

Representação numérica

Uma cor no modelo de cores RGB pode ser descrita pela indicação da quantidade de vermelho, verde e azul que contém. Cada uma pode variar entre o mínimo (completamente escuro) e máximo (completamente intenso). Quando todas as cores estão no mínimo, o resultado é preto. Se todas estão no máximo, o resultado é branco.

Uma das representações mais usuais para as cores é a utilização da escala de 0 à 255, bastante encontrada na computação pela conveniência de se guardar cada valor de cor em um Byte (oito Bits). Assim, o vermelho completamente intenso é representado por 255, 0, 0.

cor preta Preto: RGB (0, 0, 0)
cor azul Azul: RGB (0, 0, 255)
cor verde Verde: RGB (0, 255, 0)
cor ciano Ciano: RGB (0, 255, 255)
cor vermelho Vermelho: RGB (255, 0, 0)
cor magenta Magenta: RGB (255, 0, 255)
cor amarelo Amarelo: RGB (255, 255, 0)
cor branco Branco: RGB (255, 255, 255)

Pantone

É o nome de uma empresa sediada nos Estados Unidos, fundada em 1962 por Lawrence Herbert. Essa empresa é mundialmente conhecida por seu sistema de cores, criado com o intuito de resolver problemas de combinações de cores na comunidade de artes gráficas.

A escala de cores Pantone é composta por um sistema numérico que identifica as cores com alta precisão.

Pensando nisso, a Pantone® começou com um sistema de organização de cores, conhecido como Pantone Matching System ou PMS (Escala de Cores Pantone), que disponibilizava 500 cores no catálogo com o objetivo de diminuir as variações erradas das cores (devido as porcentagens e variações de cores que podem ocorrer no sistema CMYK).

 

Tabelas Pantone – Coated, Uncoated, Pastels & Neons, Metallics

Era uma ferramenta inovadora para época e permitia a réplica exata das cores por meio de um sistema de numeração e formato de chip. Esse sistema foi e ainda é usado principalmente por designers e outros profissionais da área nos dias de hoje, porém não é um sistema barato e popular, a diferença de preços entre esse sistema e um sistema CMYK é consideravelmente muito mais caro.

Como Funciona?

O PMS (Pantone Matching System) é o mais usado para gerar cores, e atualmente pode criar vários tons, efeitos metálicos (dourado ou prateado) e até cores fluorescentes, inclusive varias tonalidades do sistema CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto).

Nesse sistema cada cor tem o seu próprio código e funciona como se fosse a identidade daquela cor específica, esse código normalmente é composto por três ou quatro números e uma letra C (Coated) ou U de (Uncoated). Onde coated (revestido), significa que esse tom é para ser utilizado em papéis onde a cor vai ser impressa tem um revestimento especial (papel couchê brilho por exemplo) e o uncoated (não revestido) para papéis que não são revestidos (papel sulfite por exemplo).
E sim, esse detalhe faz toda a diferença no resultado final da cor já que o substrato (nesse caso o papel) também influencia no resultado final do tom de cor.

Agora que já falamos um pouco sobre tudo isso, espero que você tenha entendido mais sobre esse mundo extenso de cores e sistemas. Se você ainda tem alguma dúvida deixe a sua pergunta nos comentários abaixo e não esqueça de compartilhar esse link com alguém que também gostaria de conhecer mais sobre o assunto.

Para solicitar um orçamento, chame no WhatsApp.

Veja também